Linha do INEM pode colapsar entre o Natal e fim-de-ano, avisa Conselho da Protecção Civil

0

INEM2O conselho de administração do INEM solicitou à tutela a contratação de 85 novos Técnicos Operadores de Telecomunicações de Emergência (TOTE) com contrato sem termo, e outros 25 com contrato a termo certo que estão na bolsa de pessoal formado e que, por isso, poderiam «entrar já ao serviço sem ter de repetir todo o processo de formação, possibilitando colmatar as falhas que se têm verificado dia após dia», avançou hoje o Conselho Português da Protecção Civil (CPPC) em comunicado.

O Ministério da Saúde já autorizou as contratações propostas, continua o CPPC, explicando que falta apenas o parecer favorável do Ministério das Finanças para que as contratações se concretizem.

Entretanto, explica ainda a mesma fonte, o CPPC entregou no Departamento Central de Investigação e Acção Penal, uma denúncia que dá conta de falhas no atendimento pré-hospitalar que poderá estar na origem da morte de vítimas, em casos em que o tempo de espera foi superior a 50 minutos.

O CPPC, lê-se no mesmo comunicado, está preocupado com a capacidade de atendimento de pedidos de socorro por parte do INEM no período do Natal e fim-de-ano.

A Associação Nacional dos Técnicos de Emergência Pré-hospitalar (ANTEPH) manifesta a mesma preocupação.

SOL

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.