Jovem que morreu em acidente na EN3 foi bombeiro em Pernes

0

claudio_ratoUm homem que morreu na manhã desta sexta-feira, 29 de janeiro, cerca das 9h30, na sequência da colisão entre um veículo de reboque de automóveis e um pesado de mercadorias, na estrada nacional (EN) 3, entre a Póvoa de Santarém e a Torre do Bispo, próximo do cruzamento para Alcanhões, era um ex-bombeiro da corporação de Pernes.

Cláudio Rato, natural de Fonte da Pedra, na freguesia de Achete, atual União de Freguesias de Achete, Azoia Baixo e Póvoa Santarém, tinha 29 anos e era condutor de reboques na empresa Reboques Canaverde, de Santarém.

Durante vários anos foi também tripulante de ambulâncias de socorro nos Bombeiros Voluntários de Pernes, corporação que deixou há cerca de um ano e onde a sua morte causou uma enorme consternação, assim como junto de familiares e amigos.

Recorde-se que há uma semana a corporação de Pernes viu morrer um outro elemento – Telmo Lopes, de 32 anos – que faleceu de paragem cardiorrespiratória enquanto corria, na manhã de 22 de janeiro, também uma sexta-feira, quando estava a fazer a sua corrida habitual numa estrada particular perto de Pernes, onde residia.

FONTE: rederegional

Sobre o autor

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 17 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.