Jaime Marta Soares diz que bombeiros podem entrar em “guerra” com o Governo

5

Arquivo Bombeiros.pt

António Costa conta com a colaboração dos bombeiros para fazer a reforma da Proteção Civil, mas os soldados da paz admitem “fazer guerra a quem puser a nossa paz em causa”.

O primeiro-ministro, António Costa, garante que conta com os bombeiros para fazer a reforma da proteção civil e das florestas mas não dá qualquer resposta às reivindicações da Liga dos Bombeiros Portugueses, nomeadamente a da criação de um comando próprio e um orçamento com verbas do Estado.

“Todos somos poucos para aquilo que é necessário fazer. A Liga é um parceiro fundamental para, em diálogo, fazermos esta reforma em conjunto. O país sabe bem que não quer, não pode e não deve desperdiçar essa riqueza única, que são os bombeiros voluntários portugueses”, afirmou António Costa no encerramento do 43º Congresso dos Bombeiros Portugueses, antecipando “muitas dores de cabeça mas estou certo que reforçaremos a nossa amizade”.

No final do discurso, o presidente da Liga dos Bombeiros Jaime Marta Soares declarou-se surpreendido com a ausência de respostas por parte do primeiro-ministro às reivindicações que antes lhe havia apresentado. “Ouviu com muita atenção, foi muito simpático, mas foi uma mão cheia de nada e outra vazia, não respondendo às questões concretas que lhe apresentámos”.

Jaime Marta Soares disse ainda que vai conceder um período de reflexão ao primeiro-ministro “que não será muito longo” para dar resposta às reivindicações, caso “continue a adiar” admite causar “surpresas desagradáveis” ao Governo.

“Queira encontrar-nos na rua apenas por razões do exercício da nossa função. Somos soldados da paz e da vida mas não temos qualquer receio em fazer guerra a quem puser a nossa paz em causa”, atirou o presidente da Liga.

Os Bombeiros queixam-se que o Governo os tem excluído do processo de reforma da proteção civil e não aceitam continuar a ser comandados pela Autoridade Nacional da Proteção Civil. Uma das principais reivindicações prende-se com a criação de um comando próprio e um orçamento com verbas do Estado.

Jaime Marta Soares foi reeleito presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses com quase 80% dos votos durante o 43.º Congresso Nacional, que decorreu nos últimos três dias em Fafe.

(Fonte: TSF)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).