Investigação de refeições servidas aos bombeiros foi prolongada

0

O inquérito foi aberto a pedido do antigo secretário de Estado da Administração Interna. O prazo final para a entrega dos resultados acabava a 30 de setembro.

O inquérito à qualidade das refeições servidas aos bombeiros, durante o combate aos fogos, ainda não está concluído.

A investigação foi ordenada à Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), no final de agosto, pelo então secretário de Estado da Administração Interna.

Jorge Gomes, que entretanto abandonou o governo, pediu que fosse aberto um inquérito, depois de várias denúncias de que a comida servida aos bombeiros seria insuficiente e de má qualidade.

O prazo para a entrega dos resultados terminava a 30 de setembro. Mais de dois meses passados da data-limite, a Autoridade Nacional da Proteção Civil disse à TSF que a investigação ainda não está concluída.

A TSF questionou ainda a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI), que respondeu que o processe ainda decorre e é de “natureza secreta”.

TSF

About author

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou.
Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade.
A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.