INEM não autoriza funcionários a prestar serviço como bombeiros voluntários

0

inemO Instituto Nacional de Emergência Médica não está a autorizar os seus funcionários a prestar serviço de bombeiros voluntário. O INEM sempre autorizou esta acumulação de funções mas agora está a recusá-la.

A denúncia parte do Sindicato dos Técnicos de Ambulância de Emergência que adianta que “a decisão atinge sobretudo elementos de comando. Mas outros elementos, que têm outras missões nos bombeiros voluntários também estão a ver recusadas as suas autorizações para acumularem funções”.

Em causa estarão cerca de 30 funcionários do INEM que “depois do horário de trabalho sempre puderam ajudar os bombeiros voluntários mas que agora não o podem fazer”, diz o sindicalista Pedro Moreira que considera a decisão “descabida e sem justificação”.

Em Julho o Governo autorizou a dispensa de serviço público dos trabalhadores da administração direta e indireta do Estado, incluindo da administração autónoma, que cumulativamente detenham a qualidade de bombeiro voluntário, quando sejam chamados pelo respetivo corpo de bombeiros para combater um incêndio florestal.

Ouvido pela TSF o INEM não desmente a não autorização da acumulação de funções que justifica com “eventos extraordinários”. Ainda assim, afirma que, “por principio, não a tem vindo a recusar”. Todavia o Instituto assume que tem pedido aos funcionários “um acréscimo de horas extraordinárias” e teme que os operacionais possam acumular “excesso de trabalho” quando desempenhem outras funções fora da profissão e do horário de trabalho.

(Fonte: TSF)

 

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).