Incêndio em comboio na Índia faz pelo menos 23 mortos

0

incêndio comboioPelo menos 23 pessoas morreram na sequência de um incêndio que deflagrou num compartimento de um comboio que circulava no estado de Andhra Pradesh, na costa Leste da Índia, anunciaram responsáveis locais.

O incêndio aconteceu na madrugada deste sábado (cerca de 22h de sexta-feira em Portugal Continental) numa carruagem com ar condicionado, onde, segundo a BBC, seguiam cerca de 60 passageiros. O comboio fazia a ligação nocturna entre as cidades de Bangalore e Nanded e ficou com a carruagem destruída pelas chamas.

As causas do acidente ainda não são conhecidas. Quando decorriam as operações de socorro, o chefe da polícia local apenas confirmou à AFP que o acidente resultou na morte de passageiros, não sendo ainda conhecido o número exacto de feridos. “O fogo já está controlado”, disse à Reuters Arunendra Kumar, responsável pela transportadora ferroviária nacional.

O primeiro-ministro indiano, Manmohan Sigh, mostrou-se chocado com o acidente, referindo no Twitter que pediu às autoridades ferroviárias e ao executivo para que prestassem “toda a ajuda possível” nas operações de salvamento. Segundo a AFP, foi criada uma linha telefónica direccionada para os familiares das vítimas do incêndio.

Acidentes ferroviários são uma realidade comum na Índia, um país onde circulam cerca de nove mil comboios que transportam 18 milhões de passageiros por dia. Ainda no ano passado um outro incêndio na mesma região resultou na morte de 47 pessoas.

(Fonte: Público)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).