Incêndio em antigo apeadeiro deixa duas famílias desalojadas

0

0215-VLCI3 bejaUm incêndio que deflagrou, terça-feira, cerca das 18.40 horas, na casa do guarda do antigo apeadeiro ferroviário do Alcoforado, em Beja, destruiu o edifício na totalidade.

O imóvel, propriedade da Infraestruturas de Portugal, empresa que nasceu da fusão da REFER com as Estradas de Portugal, estava desabitado desde que há 25 anos foi encerrada a linha do Ramal de Moura.

O espaço, que estava a ser ocupado, ao que tudo indica, de forma ilegal, por dois casais e três crianças de etnia cigana, ficou sem condições de habitabilidade. Além da destruição da casa e do recheio, não há vítimas a lamentar.

O vereador da Câmara Municipal de Beja, Manuel Oliveira, responsável pela Proteção Civil, esteve no local. As pessoas foram realojadas em casa de familiares em Beja, estando o Gabinete de Ação Social da autarquia a acompanhar o processo.

No combate às chamas estiveram envolvidos 14 operacionais dos Bombeiros de Beja, apoiados por 4 viaturas.

Fonte: Jornal de Noticias




Sobre quem enviou a noticia

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 18 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde atualmente, apresenta o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe É na atualidade responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem da corporação e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com.