Incêndio deixou inabitáveis dois andares de um prédio em Lisboa

0

Sapadores lisboaUm incêndio deflagrou, esta terça-feira ao início da tarde, num terceiro andar de um prédio, na Rua Morais Soares, em Lisboa. Aquele piso e o superior ficaram inabitáveis, obrigando ao realojamento dos moradores. As causas do fogo – que está completamente extinto – estão ainda por apurar.

O alerta chegou aos Sapadores de Lisboa às 14.07 horas e, no local, as chamas foram combatidas por elementos do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa e com o apoio dos Bombeiros do Beato.

As chamas deflagraram num quarto do 3º andar esquerdo do prédio número 87 da Rua Morais Soares e acabaram por atingir o 4º andar esquerdo.

Uma pessoa que estava na habitação do 4.º andar teve de ser evacuada com o auxílio de uma auto-escada.

Segundo uma testemunha no local, o alerta foi dado por um morador do 4º andar, que começou a pedir ajuda a partir da janela da habitação.

No 3.º andar esquerdo viviam 11 pessoas, das quais três são crianças. Todas vão ser realojadas pela Proteção Civil por medida de precaução. De momento, desconhece-se o número de pessoas que habitava o 4.º andar e quantas necessitarão de ser realojadas.

De acordo com o comandante do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, José Caetano, dois quartos do 3.º andar esquerdo ficaram totalmente destruídos. As restantes divisões, assim como piso superior, foram danificadas pelo fumo denso.

Aquele responsável garantiu, ainda, que a estrutura do prédio não foi afetada, pelo que não apresenta qualquer risco.

O trânsito na Rua Morais Soares esteve cortado durante o combate ao fogo, tendo sido reaberto mal as operações de rescaldo ficaram concluídas.

No local, estiveram cerca de 40 agentes da PSP, bombeiros e elementos da Proteção Civil, quatro carros pronto-socorro, uma auto-escada e uma ambulância.

FONTE: JN

 

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.