Incêndio danifica fábrica de tintas e vernizes na Maia

0

incendio urbanoUm incêndio que deflagrou ao início da manhã deste domingo numa fábrica de tintas e vernizes da Maia, no Porto, deixou a estrutura muito danificada e sem condições para retomar o funcionamento.

Segundo o comandante dos bombeiros de Moreira da Maia, Manuel Carvalho, o alerta foi dado às 9h03 e às 9h50 o incêndio já estava em rescaldo, tendo sido considerado extinto às 10h28. Chegou a estar em risco uma carpintaria contígua à fábrica, localizada numa zona industrial em Vila Nova da Telha, mas os bombeiros evitaram que as chamas se alastrassem.

Afirmando desconhecer se a fábrica – “uma nave com cerca de 1500 metros quadrados” – se encontrava em laboração, Manuel Carvalho disse que no local estavam várias viaturas, mas não havia trabalhadores ao serviço. A fábrica, localizada na Rua Vilar do Senhor, não ardeu na totalidade, mas ficou muito danificada e sem condições para retomar a laboração, afirmou, à Lusa.

Por se tratar de uma zona industrial, nunca estiveram em risco habitações. As causas do incêndio ainda são desconhecidas, estando a ser investigadas pelas autoridades.

FONTE: Publico.pt

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.