Homem colhido por comboio em Rio Tinto

0

 

Fonte: Pedro Granadeiro/Global Imagens

Um jovem morreu no dia 28 de Outubro, em Rio Tinto, na sequência de um atropelamento na linha do comboio, cerca das 17.10 horas.

A vítima – um homem aparentando ter entre 25 e 30 anos – terá saltado do muro que isola a linha da Quinta das Freiras, um parque urbano de onde ele viria, segundo a versão do maquinista.

O comboio urbano que fazia a ligação entre Guimarães e o Porto não conseguiu evitar o acidente, abalroando mortalmente o jovem a cerca de 50 metros da passagem de nível. A tese do acidente parece ser a mais provável, dado que a vítima foi apenas projetada. Apresentava fraturas múltiplas.

De acordo com o subchefe Serafim Fonseca, dos Bombeiros Voluntários da Areosa, cujas traseiras dão para o local do acidente, o homem não trazia qualquer identificação consigo e ninguém parece conhecê-lo daquela zona. “Vestia umas calças de fato de treino, uma t-shirt e sapatilhas, o cabelo meio comprido” e não parecia apresentar indícios de consumo de álcool ou droga.

O acidente envolveu o comboio que arrancara da estação de Rio Tinto cerca das 17.07 horas e obrigou ao corte da circulação no sentido Ermesinde-Porto durante 40 minutos.

 

Fonte: JN




Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.