Helicópteros Kamov contratados pelo Estado pertencem a empresa proibida de operar no espaço europeu

0

As aeronaves vieram da Moldávia e foram requisitadas à empresa Pecotox Air, entidade que durante dez anos não teve sequer autorização para exercer no próprio país onde está sediada, revela o “Jornal de Notícias” esta quinta-feira

Os três helicópteros Kamov que o Estado contratou este ano, por cerca de 3,6 milhões de euros, para suprir a falta das aeronaves que tem “bloqueadas” devido à contenda que corre com a Everjets, pertencem a uma empresa moldava, a Pecotox Air, que não tem autorização para voar no espaço europeu, revela o “Jornal de Notícias” esta quinta-feira.

Ao contrário do que foi noticiado nas últimas semanas, as aeronaves não pertencem à Heliportugal; estas vieram, sim, a pedido da empresa portuguesa, para integrar o dispositivo de combate a fogos.

Segundo o matutino, os três Kamov só estão a operar porque tiveram uma autorização especial e a título temporário da Agência Nacional da Aviação Civil.

As aeronaves vieram da Moldávia e foram requisitadas à empresa Pecotox Air, entidade que durante dez anos não teve sequer autorização para exercer no próprio país onde está sediada. Entre 2007 e 2016, a Pecotox esteve proibida de operar na Moldávia, após dois acidentes com aviões Antonov.

Ula Loew, porta-voz europeia da Agência para a Segurança de Aviação, em declarações ao matutino, confirma que a Pecotox “não possuir atualmente uma autorização de TCO [operadores de países terceiros]” para poder operar no espaço aéreo europeu.

Fonte: expresso.sapo.pt



Sobre quem enviou a noticia

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 18 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.