Helicóptero de emergência médica do INEM vai continuar em Viseu

0

Imagem Ilustrativa

O INEM indicou esta quarta-feira que um helicóptero de emergência médica vai continuar posicionado no Aeródromo Municipal de Viseu, depois de um entendimento entre a câmara da cidade e a empresa que cede as instalações para o aparelho.

Na segunda-feira, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) tinha anunciado que o helicóptero de emergência posicionado no Aeródromo Municipal de Viseu ia passar a operar temporariamente a partir de quinta-feira no Heliporto de Salemas, em Loures, uma medida repudiada pelo presidente da Câmara de Viseu.

Num comunicado divulgado esta quarta-feira, o INEM avança que o helicóptero de emergência médica posicionado no Aeródromo Municipal de Viseu tem condições para permanecer na região.

“O INEM anunciou que o helicóptero da região centro iria ser posicionado em Salemas, Loures, até ser encontrada uma solução definitiva que permita a certificação do Heliporto de Santa Comba Dão como Base Permanente”, explica aquele instituto, acrescentando que esta medida não se justificava por qualquer questão relacionada com o Aeródromo Municipal de Viseu, mas porque “a empresa IFA, Aviation Training Center, iria iniciar a sua atividade, momento que tinha sido previamente definido como limite para que o helicóptero pudesse permanecer nas instalações da referida empresa”.

Segundo o comunicado, depois do anúncio do INEM da possibilidade de o helicóptero ter que ser posicionado em Salemas, a IFA, Aviation Training Center, “que evidenciou um grande sentido de responsabilidade social”, e a Câmara Municipal de Viseu, “reafirmaram toda a disponibilidade” para que o helicóptero se mantenha na cidade, tendo chegado a um entendimento para que o helicóptero permaneça temporariamente nas instalações da empresa.

O INEM destaca o empenho demonstrado pela Câmara Municipal de Viseu, Aeródromo Municipal de Viseu e pela empresa IFA — Aviation Training Center para encontrarem “uma solução de compromisso para manter o helicóptero a operar a partir da região centro do país, continuando-se a garantir todas as condições necessárias para o seu funcionamento”.

Fonte: Jornal de Noticias

About author

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt