“Há exagero de comandantes nos teatros de operações”

0

A firefighter rubs his face during a wildfire in Caramulo, central PoNo 90.º aniversário dos Bombeiros de Mortágua, o comandante criticou a forma como os incêndios foram combatidos no Verão passado e a forma como os bombeiros estão a ser tratados.

Joaquim Gaspar, comandante dos Bombeiros Voluntários de Mortágua, fez ontem duras críticas à forma como o combate aos incêndios foi coordenado no Verão passado em que morreram na Serra do Caramulo (Tondela) quatro bombeiros e o presidente da Junta de Freguesia de Queirã (Vouzela).
“Pedi que fosse criado um comando único e que acabassem com estas vindas de outros comandantes para aqui, que só vêm complicar”, disse ontem ao Diário de Viseu Joaquim Gaspar no final da cerimónia do 90.º aniversário dos Bombeiros Voluntários de Mortágua. O comandante defendeu que há “um exagero de comandantes nos teatros de operações” e que, “se as coisas funcionassem como deve ser”, “podia-se ter evitado muita coisa”.

FONTE: Diário de Viseu

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.