Guarda: incendiário que já foi bombeiro fica em prisão preventiva

0

_MG_9589Ficou em prisão preventiva o homem, detido hoje pela PJ, que já foi bombeiro e que tem o curso de sapador florestal, pela alegada autoria de mais de meia centena de incêndios florestais na região Centro.


Segundo uma nota do Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, o detido, desempregado, com 25 anos, está “fortemente indiciado” da prática de várias dezenas de incêndios florestais registados nos distritos de Guarda (concelhos de Seia e Guarda) e de Viseu (concelho de Nelas).
Os incêndios ocorreram entre 2011 e a presente data, “com particular incidência no período compreendido entre os meses de Junho e Setembro do corrente ano”, refere.
O detido, que já integrou uma corporação de bombeiros voluntários e de sapadores florestais, “terá agido sempre num quadro típico de puro incendiarismo”, assinala a PJ.
“Os incêndios terão sido todos iniciados por meio de chama directa, com recurso a um isqueiro, em diferentes pontos da mancha florestal visada, só não tendo atingido proporções ainda maiores devido à rápida e eficaz intervenção dos bombeiros e de alguns populares”, acrescenta a nota.
A fonte refere que alguns dos incêndios agora imputados ao detido “demandaram a afectação contínua de um elevado número de recursos humanos e materiais, de várias corporações de bombeiros do distrito na Guarda”.
A PJ indica ainda que os fogos consumiram várias centenas de hectares de floresta e de terrenos agrícolas, formados por várias espécies de árvores e abundante vegetação, alguns localizados em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, que causaram “elevados danos ecológicos e prejuízos patrimoniais”.

(Fonte: Terras da Beira)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).