Governo quer pagar 1 euro/dia por bombeiro na época de fogos

0

Pela primeira vez, o documento prevê um pagamento às associações humanitárias que gerem os corpos de bombeiros.

O Ministério da Administração Interna e a Liga de Bombeiros Portugueses (LBP) reúnem-se esta quinta-feira para ‘fechar’ a diretiva financeira de combate a fogos para 2022. Pela primeira vez, o documento prevê um pagamento às associações humanitárias que gerem os corpos de bombeiros, por cederem elementos para as equipas de combate imediato a fogos.

CM sabe que o valor que a tutela propôs é de cinco euros por cada equipa de cinco bombeiros, o que dá um euro por operacional. A LBP contrapôs com 1,5 euros por bombeiro.

Entretanto, a secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, resumiu ontem a Diretiva Operacional Nacional. Após a apresentação da mesma na Comissão Nacional de Proteção Civil, a governante referiu que a partir de domingo, início da segunda fase de alerta, serão mobilizados cerca de 13 mil bombeiros (mais 800 que 2021), três mil veículos e 60 meios aéreos.

Fonte: Correio da Manha – Miguel Curado

About author

Paulo Reis

É natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt