Funchal: Mulher morreu ao cair para o leito de um ribeiro, na Levada dos Moinhos

0

Noticia ASL 11 AHBVMNesta quarta-feira passada (dia 08 de abril) na freguesia de Santo António, no Funchal, uma moradora no Sítio da Viana, caiu de uma vereda para o leito da ribeira de uma altura de cerca de dez metros, mais concretamente na Levada dos Moinhos.

Esta ocorrência levou à mobilização dos meios de socorro dos Bombeiros Voluntários Madeirenses, com dois veículos, um de resgate, com uma equipa de regate em montanha e outro, de comando.

Após chegada dos bombeiros ao local, foi constatado que a vítima, uma mulher de 54 anos já se encontrava cadáver, restando apenas efectuar o regate do corpo.

Outras entidades, nomeadamente policiais também estiveram no local e ao que tudo indica tudo aponta para uma morte acidental.

Na ilha da Madeira, as levadas são objeto de grande interesse por parte dos turistas, pelas oportunidades únicas de se apreciar a beleza da Madeira, de um outro ponto de vista.

Existem na Madeira uma série de empresas que promovem a realização de passeios em levadas em condições de segurança, acompanhadas de guias que conhecem os percursos e as condições das levadas, e que se responsabilizam por levar os viajantes em segurança.

De referir que algumas levadas não se conhecem o suficiente e outras encontram-se em mau estado, com abismos e sujeita a ventos. Contudo, há quem as frequente por lazer, outras por necessidade, como alguns residentes, e por isso há que nunca esquecer as normas de conduta e segurança para estes espaços.

 

Luís Andrade
bombeiros.pt



Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.