Foi à procura da gata e acabou por salvar idosa em incêndio

0

Amélia Gonçalves, de 83 anos, foi salva de um incêndio que deflagrou na sua casa, na Rua Vila Nova, freguesia de Nogueira, em Braga, enquanto dormia, na noite de anteontem. Valeu-lhe a vizinha Celeste Rodrigues, a primeira a avistar as chamas, quando perto das 23 horas, saiu à rua para procurar a sua gata, Misha, antes de ir descansar. Alarmada, chamou Bernardino Marques, dono de um café próximo, que acabou por resgatar a idosa, num ato que a população considerou de “heroico”.

municipais de bragaSe eu não viesse buscar a gata à rua, a dona Amélia morria com o fogo, porque ninguém ia dar conta do incêndio. Mas, depois do alerta, o senhor do café foi buscá-la e a trouxe para fora”. A descrição é de Celeste, que fala de uma noite “muito escura” e com “muito nevoeiro” que impedia que quem passasse na rua visse as chamas.

O mesmo cenário é descrito pelo herói da noite, Bernardino, que disse, ontem, não ter conseguido dormir. “Parece que senti o fumo durante toda a noite”, referiu, relembrando que, quando soube do incêndio, não teve outra reação senão entrar dentro da habitação para salvar a idosa. “Quando me vieram chamar, liguei para o sobrinho da dona Amélia. Disse-me que a tia estava na casa e nem hesitei”, conta ao JN.

Curto-circuito

Quando entrou, o fogo que terá começado, segundo os vizinhos, devido a um curto-circuito numa arca frigorífica, já tinha chegado ao quarto da idosa sem que esta se apercebesse. “Não teve consciência do que estava a acontecer”, relata Bernardino, que confessa ter tido dificuldades em sair da casa em segurança.

A casa ficou inabitável e a idosa, que vivia sozinha desde que faleceu o irmão, há cerca de um mês, foi acolhida por um sobrinho. Foi observada no local, mas nem houve necessidade de ser transportada ao hospital.

Fonte – Jn.pt




Sobre quem enviou a noticia

Ângelo Santos

Ângelo Santos

E natural do Porto e criado em Gondomar, assume-se como um “tripeiro de gema” pela forte influência e proximidade à cidade do Porto. Nasceu praticamente no seio dos bombeiros derivado à presença de familiares nas fileiras, onde de perto acompanhou a sua evolução e ganhou gosto pela causa. Integra na atualidade o corpo de bombeiros de Valbom no Concelho de Gondomar, onde exerce funções de bombeiro de 2º, com vínculo profissional de Operador de Comunicações. Fez ainda parte do projeto bombeirosdeportugal.com.