“Fogos provam negligência de Lisboa face a Interior”, diz Financial Times

0

O jornal britânico fala em “décadas de negligência, êxodo rural e afastamento do poder político”.

Ojornal Financial Times dedica esta terça-feira um artigo à problemática dos incêndios florestais em Portugal. O artigo, uma reportagem que integra a voz do autarca de Pedrógão Grande, culpa a “centralização”, o “êxodo rural” e o “abandono do interior” pelo drama dos incêndios que Portugal atualmente vive, particularmente no caso do grande incêndio que matou 64 pessoas este verão.

“As feridas expostas pelo desastre e infligidas por décadas de negligência, o exôdo rural e o afastamento do poder político não podem ser curadas apenas com ajuda e solidariedade” que surgiu após a tragédia, escreve o jornal britânico.

O jornal cita o autarca de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, que fala num “sentimento de abandono” por parte do Estado em relação ao interior. O sentimento é partilhado por Manuel Machado.

O presidente da câmara de Coimbra sublinhou que a marginalização e a desertificação criaram um desequilíbrio que tem de ser corrigido”.

O Financial Times falou também com o ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, tendo este recuado ainda mais no tempo para explicar o Portugal de hoje. Afirmou então Eduardo Cabrita que “séculos de poder hierárquico focados só em Lisboa e enraizados pelo regime autoritário de António Salazar e Marcelo Caetano, entre 1928 e 1974, tornaram Portugal um dos países mais centralizados do continente europeu”. O ministro-adjunto concordou que é difícil a economia crescer localmente num país tão centralizado.

Fonte: www.noticiasaominuto.com




Sobre quem enviou a noticia

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 18 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.