Fogo em Constância-Sul quase em resolução

0

A presidente da Câmara de Constância, no distrito de Santarém, disse esta segunda-feira que o incêndio que deflagrou às 19.35 horas em Constância-Sul estava “80% em resolução” cerca das 21.15 horas.

Júlia Amorim, que se deslocou ao posto de comando instalado em Constância-Sul, disse à Lusa que o fogo, que lavrou numa área de sobro e pinheiro, andou “à porta de algumas casas” nesta localidade, junto à capela de Santo António, mas “nenhuma esteve em risco”.

Salientando que o incêndio “começou forte e progrediu forte”, a autarca afirmou que também os meios atuaram “com eficácia e prontidão”, permitindo que 80% do perímetro afetado tenha sido dado em resolução menos de uma hora depois e que, com o cair da noite, se espere que fique totalmente dominado.

Às 00.45 horas o fogo estava a ser combatido por 193 operacionais, segundo a informação da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Os bombeiros estão a combater o fogo numa zona de mato, com recurso a 57 veículos.

Júlia Amorim disse à Lusa que ainda hoje andou com os elementos do gabinete técnico florestal do município a verificar os aceiros, estradões e a limpeza dos perímetros junto a povoações, numa visita que a deixou tranquila com o trabalho feito numa zona de vales com floresta de várias espécies.

O comandante distrital de operações de socorro de Santarém, Mário Silvestre, disse à Lusa que a grande dificuldade hoje residiu na quantidade de incêndios de grandes dimensões a que os bombeiros tiveram que responder no distrito.

Além do incêndio em Constância-Sul, os bombeiros tiveram que acorrer a incêndios em Crucifixo, na freguesia de Tramagal (Abrantes), que deflagrou às 12:01, e onde às 21:40 estavam ainda 73 operacionais e 23 viaturas, em Portela, no concelho de Tomar, com início às 12:02, e que tinha envolvidos no combate, à mesma hora, 185 operacionais e 55 viaturas.

No incêndio de Carvalheiro (Alcanena), que começou às 14:19, estavam 112 elementos, 37 viaturas e dois meios aéreos, e no de Marinhais (Salvaterra de Magos), com início às 15:29, estavam 68 operacionais e 23 viaturas, tendo-se ainda registado outras ocorrências de menores dimensões.

No incêndio de Abrantes registaram-se oito feridos, dois deles com queimaduras graves, e no de Tomar três feridos ligeiros.

Fonte: Jornal de Noticias




Sobre quem enviou a noticia

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 18 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde atualmente, apresenta o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Bombeiro de 1ª. É na atualidade responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem da corporação e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com.