Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal recusa integrar DECIF 2018 até Governo dar respostas

0

A Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal emitiu um comunicado dando conta da indisponibilidade dos corpos de bombeiros daquele distrito em integrar o DECIF 2018 até haver respostas por parte do Governo às reinvindicações da Liga.

Da reunião da Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal, realizada a 21 de Fevereiro no quartel dos Bombeiros Municipais de Alcácer do Sal, foi aprovado por unanimidade que “não estão reunidas as condições para uma resposta à integração no DECIF 2018, devido a não existirem ainda respostas às questões objeto do documento aprovado pelo Conselho Nacional da Liga dos Bombeiros Portugueses”.

Para do primeiro ponto, também ficou decidida a realização de “uma nova reunião a 5 de Março, para análise às possíveis respostas dadas pelo Governo até dia 28 de Fevereiro à Liga dos Bombeiros Portugueses, para deliberação sobre a integração ou não no DECIF 2018.”

Tendo em atenção as muitas decisões tomadas pela tutela naquilo que diz respeito à época de incêndios que se avizinha, nomeadamente ao nível dos apoios financeiros e ao aumento de operacionais noutras estruturas, diz o Comunicado daquela Federação que “as Associações e Corpos de Bombeiros do Distrito de Setúbal irão continuar a sua nobre missão de proteção de pessoas e bens, nunca estando o socorro às populações em risco”, visando a posição assumida “a procura de mais e melhores condições, para que os nossos operacionais possam desempenhar cada vez melhor, em mais segurança e com mais reconhecimento a sua valorosa missão.”




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).