Morreu o co-piloto espanhol do Canadair acidentado na Galiza

0

Maxi, de 38 anos, estava a recuperar na cidade de Salamanca dos ferimentos sofridos no acidente de Agosto.

O piloto espanhol que, de 38 anos, que sobreviveu ao acidente com o avião Canadair no passado mês de Agosto (enquanto participava no combate a um incêndio junto à fronteira com a Galiza), morreu esta segunda-feira.
Segundo avançam os meios de comunicação espanhóis, Maxi é muito conhecido na vila de Salamanca porque a sua família tem uma tabacaria, uma padaria e um bar. O piloto chegou a Babilafuente no dia 15 de Agosto para continuar a recuperar dos ferimentos sofridos, depois de passar vários dias no hospital, primeiro em Viana do Castelo e depois em Salamanca.
O piloto foi encontrado sem vida, segundo o jornal La Gaceta, na casa do seu pai, sendo a autópsia importante para descobrir a causa de sua morte.

No acidente morreu o piloto do Canadair Comandante Jorge Jardim, de 65 anos.
Está é mais uma vítima a lamentar no Decir 2020.

 

About author

Paulo Reis

Paulo Reis

É natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt