Falhas na extinção de fogos no Metro de Lisboa preocupam bombeiros

0

MAPA_METRO_LISBOARepresentantes dos trabalhadores e empresa reconhecem problemas, mas afirmam que a segurança dos passageiros está garantida.

A denúncia de falhas no sistema de extinção de incêndios, nas carruagens do Metro de Lisboa, está a preocupar os bombeiros.

O jornal “i” escreve, na edição desta terça-feira, que os dispositivos instalados no tecto das carruagens que soltam jactos de água em caso de temperaturas elevadas estão sem funcionar há vários anos.

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, Fernando Curto, explica que, em caso de fogo, o combate às chamas é mais fácil, se os sistemas automáticos funcionarem.

Nestas declarações à Renascença, Curto lembra que há três anos, a associação fez um levantamento das falhas no Metro de Lisboa, que enviou a todas as entidades responsáveis. A associação insiste ainda na importância de realizar simulacros para testar os meios de emergência e a eficácia dos bombeiros.

Da parte dos trabalhadores do Metro, a dirigente sindical da FECTRANS, Anabela Carvalheira, confirma os problemas num dos sistemas de travagem e de combate a incêndios mas garante que não está em causa a segurança dos passageiros.

Também a empresa, através de um comunicado, esclarece que a segurança dos clientes e colaboradores é uma prioridade e está permanentemente salvaguardada.

FONTE: RR




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.