Exercício FÉNIX2021 testa capacidade de resposta operacional

0

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) realiza nesta quarta e quinta-feira, dias 5 e 6 maio, no distrito de Bragança, o exercício FÉNIX 2021.

​Trata-se de um exercício de proteção civil que decorre, no primeiro dia, 5 de maio, na modalidade CPX (Command Post Exercise), isto é, em contexto de posto de comando, e, no segundo dia, 6 de maio, na modalidade LIVEX (Live Exercise), ou seja, com movimentação no terreno de meios operacionais.

O exercício FÉNIX 2021 visa testar o nível de resposta do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS) numa situação excecional decorrente de um incêndio rural, exercitando, para o efeito, a capacidade de comando operacional, controlo e comunicações dos vários escalões decisórios intervenientes na gestão das operações de proteção e socorro.

Serão, ainda, testados cenários de um acidente a envolver um veículo de bombeiros, de evacuação de um aglomerado populacional, de despiste de um veículo para o rio sabor e de evacuação de um lar de idosos, tendentes a permitir a avaliar as disponibilidades e as capacidades de execução das entidades envolvidas.

O exercício FÉNIX 2021 conta com a participação dos municípios de Alfândega da Fé, Mogadouro, Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta, que servirão de cenário para as ocorrências simuladas.

Vão estar envolvidos no Exercício mais de 800 operacionais dos agentes que integram o SIOPS, nomeadamente Corpos de Bombeiros, Forças Armadas, Guarda Nacional Republicana, Policia de Segurança Pública, Força Especial de Proteção Civil da ANEPC, Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, Sapadores Florestais, Instituto Nacional de Emergência Médica, além de outras entidades públicas, privadas e associativas, designadamente as Juntas de Freguesia dos municípios participantes, Rede Elétrica Nacional, Energias de Portugal, Corpo Nacional de Escutas, Cruz Vermelha Portuguesa, Serviços Municipais de Proteção Civil de Alfandega da Fé, Mogadouro, Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta e Centro Distrital de Segurança Social de Bragança.

​A ANEPC, através do Comando Nacional de Emergência e Proteção Civil, garante a supervisão do Exercício, participando também no mesmo com os Comandos Distritais de Operações de Socorro de Bragança, Braga, Porto, Vila Real e Viana do Castelo.

Fonte: ANEPC

About author

Paulo Reis

Paulo Reis

É natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt