Exclusivo Bombeiros.pt: Bombeiros Séc. XXI encontraram-se em Gouveia

0

_MG_6222

Decorreu durante o dia de ontem (22) em Gouveia (Guarda) mais uma acção do projecto Bombeiros Séc. XXI, uma iniciativa da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP), em conjunto com a Escola Nacional de Bombeiros (ENB) e com a empresa KWL, que se enquadra nos objectivos definidos pelo Programa Operacional do Potencial Humano (POPH) no âmbito do Programa de Formação-Ação para Entidades de Economia Social.

bettina

Bettina – ANPC

O workshop que decorreu em Gouveia, mais direccionado para os órgãos dirigentes das Associações Humanitárias, focou o tema da Legislação, uma vez que ao longo dos últimos anos têm sido muitas as alterações que a mesma tem conhecido. Bettina Ramos, formadora desta acção, afirmou que “a receptividade dos participantes tem sido excelente” ao longo das várias formações que têm existido. “Vejo os participantes interessados e preocupados com os problemas que as Associações Humanitárias atravessam e com a legislação que regulamenta o sector”, afirmando ainda que toda a legislação mereceu um novo olhar por parte dos legisladores “após os incêndios de 2003”. Questionada sobre as principais dúvidas dos participantes, Bettina Ramos salientou “a questão do quadro de especialistas e o regime laboral”, afirmando que com a crise “teve de existir um maior cuidado na gestão deste processo laboral”. Como nota final, acrescentou que “as questões relacionadas com a perda de regalias e direitos, desde 2011, são também grandes preocupações dos bombeiros” e que merecem discussão neste workshop.

Tiago

Tiago Ramalho – KWL

Já Tiago Ramalho, representante da empresa de consultadoria KWL, explicou ao Portal Bombeiros.pt que este é um projecto que “se iniciou em Novembro de 2013 e irá terminar em Maio de 2014” e que consiste num conjunto de acções que vão “desde a consultadoria para as Associações Humanitárias, a formação para operacionais e os workshops para os administradores das Associações”. Assente em duas fases (o levantamento de necessidades foi a primeira), o projecto encontra-se neste momento na segunda fase. Tiago Ramos explicou ainda que todo este processo teve “uma receptividade muito boa”, acrescentando “que todas as expectativas da empresa foram superadas” e salientando “que toda a recepção ao projecto tem sido muito boa”. Para além disso, “têm sido feitas à empresa algumas propostas de continuidade ao nível da consultadoria e da formação” disse Tiago Ramalho. Ao nível do alargamento futuro do projecto, o representante afirmou “que a receptividade e o impulso que esta ideia está a ter, faz com que as entidades envolvidas olhem para o futuro de forma positiva.” Dizendo que por parte das Associações Humanitárias “há interesse em continuar a contar com o apoio da empresa”. Confrontado com a possibilidade de haver um aumento do numero de associações interessadas em entrar neste projecto, Tiago Ramalho “afirma que gostam de desafios e que a possibilidade de conhecer mais Associações é aliciante e seria de facto positivo”.

ze

José Maria – Presidente dos Bombeiros de Gouveia

A entidade que acolheu esta acção foi a Associação Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Gouveia. José Maria Vicente Pereira, Presidente da Direcção, disse ao Portal Bombeiros.pt que a principal razão “para apoiar esta iniciativa foi o facto de sentirem necessidade de saber e de aprender mais sobre a gestão das instituições”. Assim, logo que surgiu a oportunidade “decidiram formalizar a inscrição e oficializar a participação”, cabendo-lhes depois receber e apoiar o workshop sobre Legislação. José Maria Vicente Pereira salientou a presença, “para partilha de conhecimentos”, de “vários representantes de Associações dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Viseu e Coimbra, que trouxeram ainda mais qualidade à discussão”. Questionado sobre o futuro da Associação a que preside, respondeu que “há várias actividades a decorrer, como a angariação de novos bombeiros e de novos sócios ao nível do concelho de Gouveia, e que no futuro haverá mais algumas iniciativas”, preferindo  não adiantar para já mais dados sobre essas iniciativas. Concluiu a conversa com o Portal Bombeiros.pt deixando uma mensagem de confiança e de determinação acerca do futuro, dizendo que todos os elementos dos bombeiros de Gouveia “estão motivados e determinados” na plena protecção dos seus concidadãos.

(notícia corrigida às 19h do dia 24-02-2014)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).