Estado vai continuar a alugar meios aéreos para os fogos

0

O ministro da Administração Interna admitiu, na manhã desta sexta-feira, no Parlamento, que o reforço do combate aos incêndios com meios da Força Aérea não vai chegar.

O Estado vai pôr os meios da Força Aérea ao serviço do combate aos incêndios. Os aviões que estão a ser comprados já virão equipados para apagar fogos e outros já existentes serão adaptados, adiantou na manhã desta sexta-feira o ministro da Administração Interna.

Eduardo Cabrita admitiu, no entanto, que continuará a ser preciso que o Governo recorra ao aluguer de meios aéreos de empresas privadas. “Temos de colocar os meios existentes no combate. Os novos equipamentos a adquirir – como o novo avião de transporte – devem já vir equipados com instrumentos [para o combate aos incêndios]. E o C-295 deverá ser adaptado para acorrer a essa missão. Mas vamos ter de recorrer, de forma flexível, a meios de empresas privadas”, afirmou Eduardo Cabrita, respondendo às perguntas dos deputados Jorge Machado, do PCP, e Sandra Cunha, do Bloco de Esquerda.

O Parlamento está a debater, na manhã desta sexta-feira, o relatório final da Comissão Técnica Independente nomeada para apurar o que aconteceu no incêndio de Pedrógão Grande, que a 17 de junho, matou 65 pessoas e feriu mais de duas centenas.

Fonte: Jornal de Noticias




Sobre quem enviou a noticia

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 18 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde atualmente, apresenta o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Bombeiro de 1ª. É na atualidade responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem da corporação e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com.