Estação Ferroviária do Entroncamento foi cenário de Exercício da Proteção Civil que testou Plano Municipal de Emergência

0

Realizou-se hoje, 10 de novembro, na Estação Ferroviária do Entroncamento, um Exercício da Proteção Civil com o objetivo de testar meios, equipamentos e avaliar o desempenho das entidades envolvidas, assim como testar a eficácia do Plano Municipal de Emergência.

Este exercício envolveu diversas entidades, nomeadamente o Comando Distrital de Proteção Civil, o Serviço Municipal de Proteção Civil, o Município do Entroncamento, os Bombeiros Voluntários do Entroncamento, a CP – Comboios de Portugal, a Medway –Transportes e Logística, a Takargo – Transporte de Mercadorias SA, a IP – Infraestruturas de Portugal, a PSP – Polícia de Segurança Pública, a GNR – Guarda Nacional Republicana e o INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica, entre outras.

O exercício decorreu num cenário de sismo nesta região do país e a partir dessa situação realizaram-se 3 simulacros em contextos diferentes: matérias perigosas, sequestro e incêndio.

No comando do teatro de operações esteve o Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, que esteve reunido no Gabinete de Proteção Civil com a CMPC – Comissão Municipal de Proteção Civil a testar a operacionalidade e eficácia do Plano Municipal de Emergência.

Em balanço deste exercício, o presidente da Câmara Municipal afirma que “este simulacro contou com a participação ativa das diversas forças envolvidas. Foram simuladas várias situações reais e foram também equacionadas e encontradas várias soluções, espero que não tenham que ser colocadas em prática, no entanto fica a aprendizagem de todos os envolvidos”.

Também Mário Silvestre, Coordenador Distrital da Proteção Civil fez o balanço deste simulacro e afirma que “estes exercícios servem para testar os agentes de Proteção Civil e a componente de decisão politica face a um cenário complexo. Felicito o Entroncamento pela realização do exercício porque permitiu validar os constrangimentos existentes, garantindo através do processo lições aprendidas e permitiu também o envolvimento de todos os agentes no âmbito das ocorrências.”

FOTOGRAFIAS: JOSÉ NEVES




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.