Dispositivo “Fire Protection” candidato a fundos europeus

0

VictoriafiresO projeto de desenvolvimento de um dispositivo que monitoriza a temperatura exterior dos veículos de combate a incêndios florestais e que aciona um mecanismo para evitar a sua destruição quando surpreendidos pelas chamas vai ser candidatado a fundos europeus.

O sistema “Fire Protection: autoproteção e monitorização de veículos de bombeiros para o combate a incêndios florestais” foi criado pelo bombeiro de Gouveia Sérgio Cipriano, aluno do curso de Comunicação e Multimédia do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e administrador do portal www.bombeiros.pt.

O responsável, que iniciou o projeto em 2012, disse hoje à agência Lusa que o dispositivo será candidatado ao próximo quadro de fundos comunitários de 2014-2020 para que possa ser construído o mais rapidamente.

“Naturalmente que os fundos comunitários podiam, de alguma forma, apressar o processo, primeiro, porque teríamos dinheiro para investir em equipamento de monitorização, algum dele bastante caro, e depois porque teríamos pessoas a tempo inteiro para pensar nisto”, disse.

Explicou que não pode abandonar o trabalho para se dedicar por inteiro ao projeto, daí que “a situação ideal seria que houvesse alguns fundos comunitários” disponíveis para a criação do sistema.

Segundo Sérgio Cipriano, o projeto “vai continuar, com ou sem financiamento”, admitindo que para a sua conclusão serão necessários 100 mil euros.

Se tiver ajuda financeira, “possivelmente” no início da próxima época de combate a fogos florestais, o sistema já poderá ser utilizado pelas corporações de bombeiros.

Explicou que os novos veículos de combate a incêndios florestais dispõem de uma estrutura tubular externa com cortina de proteção, que em caso de emergência é acionada do interior da viatura.

O dispositivo “Fire Protection” irá permitir que o sistema atue automaticamente logo que seja registada uma determinada temperatura no exterior do veículo, protegendo os ocupantes de forma mais eficaz.

Em caso de acidente, o sistema também notificará a central de telecomunicações fornecendo as coordenadas GPS da viatura para envio imediato de auxílio.

O engenho, que pode salvar vidas e evitar a destruição de veículos durante o combate às chamas, está em fase de testes, tendo os investigadores já concluído pela necessidade de as viaturas novas serem construídas sem materiais plásticos ou facilmente inflamáveis.

“Nos últimos 30 anos morreram em combate 213 bombeiros e perderam-se dezenas de veículos de combate a incêndios, causando milhares de prejuízos ao país e uma perda incalculável nas famílias dos bombeiros”, lembrou.

No projeto, que está a ser desenvolvido por Sérgio Cipriano em colaboração com elementos de três empresas e do IPG, já foram investidos cerca de cinco mil euros.

O sistema “Fire Protection” ficou em segundo lugar no concurso regional de inovação e empreendedorismo do IPG, obtendo um prémio de 1.500 euros.

FONTE: Notícias ao Minuto




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.