Detido presumível incêndiário em Seia

0

Incêndios/Guarda: Terrenos por limpar em redor de casas isoladas e de povoações na “mira” da GNRUm homem, com 73 anos de idade e fortemente indiciado pela prática de um crime de incêndio florestal ocorrido no concelho de Seia, foi detido pela Polícia Judiciária(PJ).

A PJ, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, “identificou e deteve o presumível autor de um crime de incêndio florestal, ocorrido no passado dia 7 de julho último, na freguesia de Girabolhos, no concelho de Seia, do qual resultou uma área ardida, formada por várias espécies de árvores e abundante vegetação, de, aproximadamente, quatro hectares”.

O incêndio teve “origem na ignição direta de vários sobrantes de exploração agrícola do próprio detido, consubstanciando um procedimento que anteriormente já lhe estava referenciado e que é legalmente proibido durante o período crítico, atualmente vigente, propagando-se rapidamente, por radiação, à extensa mancha de combustível horizontalmente confinante”, sublinha a PJ em comunicado.

Apesar de prontamente combatido por vários elementos da população local e pelo corpo de bombeiros que entretanto ali também acorreu, inclusive com recurso a meios aéreos, o “incêndio causou vasta destruição de vegetação espontânea, espécies arbóreas – nomeadamente oliveiras – e, para além do forte alarme e inquietação provocados na população, colocou em perigo concreto um armazém agrícola localizado nas imediações”.

O detido, com 73 anos de idade, reformado, vai ser presente às competentes autoridades judiciárias, para efeitos de primeiro interrogatório e eventual sujeição a adequadas medidas de coação.

O Departamento de Investigação Criminal da Guarda destaca a boa colaboração mais uma vez prestada pela GNR de Seia.

(Fonte: Centro TV)

 

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).