Demissão em bloco nos bombeiros de Mirandela

1

0401-QUARTELO comandante dos bombeiros de Mirandela demitiu-se, esta sexta-feira, alegando não ter condições para continuar a exercer o cargo.

Decisão tomada na sequência de uma carta aberta, assinada por 35 dos cerca de 50 elementos do corpo ativo, denunciando a existência de mau ambiente, responsabilizando o comando a quem acusam de “atitude passiva e de falta de iniciativa”.

Para além de Carlos Ricardo, também o adjunto, Edgar Trigo, e o segundo comandante, Sílvio Santos, entregaram as cartas de demissão. “Depois da tomada de posição dos bombeiros, os membros do comando entenderam que não estavam reunidas as condições mínimas para continuar no cargo”, afirma o presidente da direção da associação, Marcelo Lago, realçando que já tinha conhecimento de algum descontentamento e o comandante também estaria a atravessar “uma fase complicada em termos de saúde”.

O dirigente lamenta a forma como aconteceu esta saída precoce de Carlos Ricardo que exercia o cargo desde 1998. “O comandante fez um trabalho meritório e de muita entrega à causa que deve ser reconhecida pela associação e pelos habitantes do concelho”, afirma.

Foi este o desfecho depois da carta aberta que falava numa “decadência da componente operacional que tem levado a um sentimento de insatisfação na maioria dos soldados da paz, a um aumento dos casos de indisciplina e uma desorganização operacional com dificuldades na gestão de ocorrências”.

Os signatários fazem questão de ressalvar que reconhecem o trabalho importante da direção da associação na manutenção deste corpo ativo, refletido no “aumento do número de viaturas e equipamentos, mas que não está a ser acompanhado pelo comando, que tem descurado a componente humana”, conclui a missiva.

O comandante demissionário escusou-se a prestar declarações. A direção está a proceder a vários contactos com o intuito de encontrar o substituto de Carlos Ricardo.

FONTE: JN

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.