Curso de Bombeiro na Escola de Pardilhó

0

Prestar socorro, prevenir e garantir a segurança de pessoas e bens, recorrendo dos meios apropriados pode ser a futura missão dos 17 jovens que frequentam o Curso de Bombeiro – Educação e Formação de Proteção e Prestação de Socorros, que estreou no ano letivo anterior na EBI – Escola Básica Integrada de Pardilhó. A iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Estarreja.    Alguns módulos de formação prática tiveram lugar no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Estarreja tendo a autarquia disponibilizado o transporte entre a escola e a corporação.
O vereador da Educação, João Alegria, explica que “pese ser um curso do plano curricular do 3º ciclo, fora das competências diretas da autarquia, entendeu esta que deveria colaborar com a escola como resposta efetiva e mais-valia na formação prática dos alunos, no combate ao abandono escolar e ao sucesso educativo de alunos em situação de risco”. A Câmara Municipal deliberou, por maioria, atribuir um subsídio de 600,74 € à EBI de Pardilhó, correspondente ao valor despendido no transporte dos alunos.
Para a concretização do curso, o Agrupamento de Escolas de Pardilhó estabeleceu parcerias com os Bombeiros Voluntários de Estarreja (entidade que colabora com técnicos na componente tecnológica, assim como na componente prática) e com a Câmara Municipal de Estarreja (no transporte de alunos).
Os formadores da parte técnica são bombeiros com experiência na formação. E é no Quartel de Estarreja que os jovens aprendem as técnicas de base, técnicas de extinção a incêndios e técnicas de socorro e salvamento, constituindo a componente tecnológica da formação.
Com a duração de dois anos, o curso dá equivalência ao 9º ano de escolaridade e é constituído ainda por uma componente teórica e por uma componente prática (estágio em contexto de trabalho). No final do segundo ano, os formandos terão um estágio de 6 semanas. Os alunos, neste caso 7 raparigas e 10 rapazes, podem no final do curso requerer à Escola Nacional de Bombeiros a certificação profissional que lhes permitirá integrar qualquer corpo de bombeiros voluntários do país.

 

FONTE: Notícias de Aveiro

 

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda.
Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe.
É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.