Colapso de edifício em Teerão matou 30 bombeiros

0

Pelo menos 30 bombeiros morreram e outras 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu após um grave incêndio.

O edifício “Plasco” situa-se no centro da capital iraniana e era o mais antigo arranha-céus de Teerão, construído no início dos anos 1960.

Com 17 andares, o edifício desmoronou-se em poucos segundos, de acordo com as imagens transmitidas pela televisão estatal. Uma nuvem espessa de fumo castanho pairava sobre o local após a derrocada.

A cadeia Press TV anunciou as mortes dos 30 bombeiros, sem citar a fonte para a informação. A televisão acrescentou que 30 civis ficaram feridos no acidente, enquanto a agência noticiosa iraniana IRNA adiantou que 45 bombeiros se encontravam entre os feridos.

Os bombeiros combateram as chamas durante várias horas antes de o edifício ruir.

A polícia tentou impedir os lojistas e outras pessoas de entrarem no prédio para recolherem bens pessoais.

Um porta-voz dos bombeiros, Jalal Maleki, disse à televisão estatal iraniana que dez corporações de bombeiros responderam ao alerta, dado às 08 horas locais.

A mesma televisão referiu que mais de 200 efetivos estavam no local.

As forças armadas iranianas enviaram unidades para ajudar a combater as chamas, acrescentou a TV.

O “Plasco” foi construído no início da década de 1960 pelo empresário judeu iraniano Habib Elghanian. Com o nome da empresa de plásticos de Elghanian, era o edifício mais alto da cidade naquela época.

Elghanian foi julgado por vários crimes, incluindo espionagem, e executado nos meses que se seguiram à revolução islâmica de 1979, que colocou no poder o atual poder e desencadeou a fuga da antiga comunidade judaica do Irão.

A torre está ligada a um centro comercial de vários andares, com um átrio com luz natural e várias fontes de cor turquesa.

Veja as imagens: http://www.jn.pt/mundo/galerias/interior/arranha-ceus-de-teerao-ruiu-apos-incendio-5615169.html

Fonte: Jornal de Noticias




Sobre quem enviou a noticia

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 18 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde atualmente, apresenta o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Bombeiro de 1ª. É na atualidade responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem da corporação e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com.