Coimbra investe 21 mil euros em equipamento para bombeiros

0

sapadores coimbraO município de Coimbra investiu cerca de 21 mil euros em equipamento de proteção individual para os elementos da Companhia de Bombeiros Sapadores de Coimbra (CBSC), anunciou a Câmara numa nota hoje divulgada.

“A parcela mais significativa do total deste investimento diz respeito a calças e casacos ignífugos para combate a incêndios florestais e a calças e casacos” feitas de “uma fibra resistente ao fogo”, salienta a autarquia, adiantando que uma pequena parte daquela verba foi aplicada na compra de “fardamento diverso e acessórios”.

Com este investimento, os elementos da CBSC passam a dispor de “melhores condições para enfrentarem as exigências e múltiplas tarefas com que se deparam no dia-a-dia”, sustenta a Câmara Municipal de Coimbra.

Apesar de estar prevista a aquisição de equipamentos para os corpos de bombeiros por parte da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra (CIMRC), a Câmara, “consciente das necessidades específicas desta época do ano, optou por não esperar por este material, alvo de vários atrasos, e aplicou um esforço financeiro na proteção dos seus bombeiros”.

Em junho, a CIMRC declinou “qualquer responsabilidade no atraso da entrega dos equipamentos aos bombeiros”, explicando que se devia à “falta de resposta atempada da Direção-Geral da Administração Interna e do Programa Operacional de Valorização do Território, “em termos de apreciação das candidaturas”.

A CIMRC indicava que “o prazo previsto da entrega de equipamentos” era de quatro meses, recorda, na mesma nota, a Câmara de Coimbra.

“A cumprir-se esta previsão, o equipamento já só chegará a tempo da época de incêndios de 2015”, concluiu a Câmara de Coimbra, salientando que, “por esta razão, e por se tratar de material de desgaste rápido”, optou por efetuar “esta aquisição de material, por ajuste direto, apetrechando-se para a atual fase de incêndios”.

(Fonte: Lusa/ Notícias ao Minuto)

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).