Choque em cadeia entre 13 viaturas cortam trânsito na A2

0

Imagem ilustrativa

O trânsito na Autoestrada 2 está cortado nos dois sentidos nas zonas de Aljustrel e de Grândola, no Alentejo, devido a choques em cadeia envolvendo um total de 13 viaturas.

Cerca das 17:20, havia registo de dois feridos graves, que estavam a ser assistidos no local, e dois ligeiros, que já tinham sido transportados para o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, adiantou à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.

No sentido sul/norte da A2, que liga Lisboa ao Algarve, o choque em cadeia ocorreu ao quilómetro 128, envolveu sete viaturas e o trânsito está cortado desde as 16:15 ao quilómetro 148, no nó de Aljustrel, precisou o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Beja da GNR, o capitão Pedro Ribeiro.

No sentido norte/sul, o choque em cadeia ocorreu também ao quilómetro 128, envolvendo seis viaturas, indicou o oficial, referindo que o trânsito está cortado desde as 16:40 ao quilómetro 120, no nó de Grândola.

Segundo Pedro Ribeiro, ainda não são conhecidas as razões dos acidentes, mas à hora do primeiro choque entre viaturas, que ocorreu cerca das 15:35, “as condições climatéricas estavam muito más”.

O capitão disse que o trânsito está a ser desviado da A2 nos nós de Aljustrel e de Grândola para o Itinerário Principal (IC) 1.

Segundo a fonte do CDOS de Setúbal, as operações na zona dos acidentes estão a envolver veículos e operacionais dos bombeiros de Grândola e Aljustrel, da GNR e da Brisa, um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do hospital do Litoral Alentejano.

SAPO 24

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.