Chile decreta alerta vermelho em Valparaíso por incêndios florestais

0

incêndio chile2As autoridades do Chile decretaram alerta vermelho nesta segunda-feira para cinco municípios da região de Valparaíso após a deflagração de vários incêndios florestais na área, a mesma que no último mês de abril passado foi cenário de uma tragédia que deixou 15 mortos, 3.000 casas destruídas e 12.000 afetados.

De acordo com a informação proporcionada pelo Escritório Nacional de Emergência (Onemi), dependente do Ministério do Interior, e pela Corporação Nacional Florestal (CONAF), em Quilpué, uma das comunas afetadas, o incêndio consumiu uma superfície de 50 hectares de pasto, matagal e árvores nativas.

Enquanto isso, na segunda área mais afetada, Villa Alemana, as chamas mantêm-se numa superfície de pelo menos 10 hectares.

Segundo a última informação proporcionada pelo Onemi, “por causa deste antecedente e das condições meteorológicas presentes na zona, a intendência (governo) da região de Valparaíso mantém o alerta vermelho para essas comunas”.

O fogo encontra-se próximo de lugares habitados e está a ser combatido por aviões cisternas, bombeiros da região, pessoal técnico, helicópteros e veículos terrestres, entre outros.

Em abril deste ano aconteceu em Valparaíso um incêndio que em quatro dias consumiu mais de 10.000 hectares, deixou 15 mortos e 12.000 afetados.

Nessa região, o governo está implementando um plano dotado de 510 milhões de Dólars para reconstruir os setores afetados.

(Fonte: Terra)

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).