Canárias. Incêndio desaloja mil habitantes

0

Um homem de 55 anos foi detido pela autoria do incêndio que já queimou aproximadamente mil hectares de terra e desalojou mil pessoas, realojadas em centros municipais, na ilha espanhola Grã Canária.

Um incêndio que deflagrou na ilha Grã Canária, na Espanha, já queimou mais de mil hectares de terra numa distância de 23 quilómetros, e as autoridades temem que o fogo atinja outras zonas da região. Mil habitantes foram realojados e dezenas de bairros evacuados, durante este domingo.

O Presidente das Ilhas Canárias, Ángel Víctor Torres, declarou que o fogo está “controlado”, mas as condições meteorológicas, com ventos de 40 a 70 quilómetros por hora, estão a preocupar bombeiros e autoridades, segundo o jornal El País.

Desde então, o governo das Ilhas Canárias assumiu o controlo da situação e determinou o uso do Plano Canário de Proteção Civil e Atenção às Emergências de Incêndios Florestais (Infoca), com bombeiros a humedecerem os terrenos. “O fogo está contido, mas não extinguido, e poderá reanimar”, disse fonte da Infoca para o El País.

A última frente ativa é a mais preocupante, e caso o vento atinja os 70 quilómetros por hora previsto pelas agências meteorológicas, o fogo poderá atingir a aldeia vizinha de San Nicolás. “Se o fogo se movimentar para a zona de La Degollada de Tejeda ou para a aldeia, poderá complicar a situação, completou o Presidente canário”.

No último sábado, um homem de 55 anos foi detido pela polícia por ser o responsável pela criação do fogo que já mobilizou mais de 500 operacionais, 10 helicópteros e um avião de carga durante o combate. As autoridades revelam que o habitante trabalhava com uma máquina de soldadura quando, por uma questão de desatenção, iniciou o fogo na Grã Canária.

As agências meteorológicas das ilhas alertam para o risco alto de ventos até 70 quilómetros por hora, com picos de força na tarde e noite desta segunda-feira.

 

Fonte: https://observador.pt

Foto: El País

 




Sobre quem enviou a noticia

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 19 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.