Câmara de Oleiros investe 413 mil euros na proteção civil e na floresta

0

A Câmara de Oleiros, no distrito de Castelo Branco, vai investir 413 mil euros na proteção civil e na floresta, com destaque para a beneficiação e a manutenção da rede viária florestal, foi hoje anunciado.

“A exemplo do ano transato, a proteção civil e a floresta continuam a ser uma preocupação deste executivo que prevê uma verba de 413 mil euros para esta área”, explica, em comunicado, o município de Oleiros.

A autarquia adianta que a rede viária florestal existente no concelho está em atualização, sendo que os objetivos passam por “melhorar a acessibilidade” e contribuir para agilizar o combate aos incêndios florestais.

“Nestas operações [atualização], são utilizadas máquinas de rasto do município e de empresas do concelho que fazem esta prestação de serviços. No final de 2016, foi iniciada uma nova fase de trabalhos que percorreu já uma extensão de 100 quilómetros na freguesia de Álvaro”, lê-se no documento.

Este trabalho representa um investimento de mais de 66 mil euros e envolve a execução de um total de 340 quilómetros de caminhos florestais ao longo do ano.

Segundo a autarquia, o orçamento municipal destaca a beneficiação e manutenção da rede viária florestal, o apoio financeiro prestado aos bombeiros e à associação de produtores florestais de Oleiros.

“Deste modo, será possível manter o trabalho de limpeza dos caminhos florestais, manutenção dos pontos de água e melhorar o acesso às áreas florestais, requisitos essenciais para uma melhor reorganização e preservação da floresta”, refere o comunicado.

Em 2016, o município de Oleiros procedeu à manutenção e beneficiação de um total de 400 quilómetros de rede viária florestal.

RTP




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.