Câmara de Pedrógão vai apresentar queixa contra a TVI por “difamação”

0

A Câmara Municipal de Pedrógão Grande anunciou esta quinta-feira que irá apresentar queixa contra a TVI, na sequência da reportagem “O Compadrio”, exibida pelo canal televisivo esta quarta-feira sobre a atribuição de donativos às vítimas dos incêndios que mataram 65 pessoas a 17 de Junho.

A garantia é dada através de um comunicado assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves.

Segundo a peça jornalística, desde 2017 que há irregularidades no processo de atribuição de donativos para a recuperação das casas de primeira habitação que arderam nos incêndios de Pedrógão Grande. A reportagem conduzida pela jornalista Ana Leal cita “testemunhos inéditos, na primeira pessoa” que “garantem que tiveram mesmo indicações para adulterar os processos de candidatura, forjando moradas de residência, com a conivência dos poderes públicos locais”.

Em resposta, a Câmara Municipal de Pedrógão Grande diz que, “face ao respectivo teor com imputações graves e difamatórias à minha pessoa, à Vice-presidente e a funcionários camarários, em particular, e pondo em causa o bom nome dos pedroguenses, em geral”, irá “submeter à apreciação do Ministério Público todas as denúncias que foram ali tratadas”. O autarca Valdemar Alves garante que quer que seja “averiguada a existência ou não de ilícitos criminais, podendo ainda vir a submeter outras que venham a ser concretizadas”.

O autarca diz ainda que irá “participar criminalmente contra a jornalista e todos os responsáveis editoriais daquela estação televisiva, designadamente pelas imputações difamatórias que são feitas a título peremptório e parcial, e sem respeito pela presunção de inocência”.

Em resposta aos atrasos na reconstrução das primeiras habitações que a reportagem da TVI denuncia, o comunicado refere que “alguns empreiteiros demorarem mais que outros na execução da obra”. “Mas também sucedeu que alguns proprietários demoraram bastante tempo a entregar os documentos necessários para dar início da empreitada” e cita situações específicas de 14 casos entrevistados.




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.