Câmara de Foz Côa está contra a suspensão da EIP

0

A Câmara Municipal de Foz Côa, contactada pelo Portal Bombeiros.pt, revela que a decisão de “suspender” a Equipa de Intervenção Permanente (EIP) foi tomada unilateralmente pela Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Foz Côa (AHBVFC).

Numa nota breve enviada ao Portal Bombeiros.pt por parte do gabinete do Presidente da Câmara, diz-se que “o Sr. Presidente da Câmara Municipal, o Sr. Comandante Distrital da Protecção Civil e o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Foz Côa reiteram que se assumem contra a suspensão ou eventual extinção da EIP.”

A data de cessação de funções por parte dos membros da EIP é o dia de amanhã (6 de junho).

A nota camarária afirma ainda que a razão oficial para a suspensão está contida no comunicado que a Associação Humanitária emitiu no dia 20 de maio de 2020 e que partilhamos nesta notícia (abaixo). O mesmo comunicado implica, como comunicámos oportunamente aqui, tanto a Câmara Municipal de Foz Côa como o Comandante do Corpo de Bombeiros na tomada de decisão e consequente suspensão da equipa. Algo que a Nota informativa camarária parece contrariar.

O Portal Bombeiros.pt pediu mais esclarecimentos à Câmara Municipal no início da presente semana, mas ainda não houve resposta.

O Corpo Activo daquela corporação pediu ao Comandante que, perante as versões contraditórias que são apresentadas, apresentasse um comunicado escrito onde mostrasse a decisão que tomou. O prazo dado ao Comandante foi a passada segunda-feira, mas não houve qualquer posição por parte do Comando.

O Portal Bombeiros.pt continuará a acompanhar o caso.

 

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda. Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).