Bombeiros sem dinheiro até para oxigénio

0
Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A maioria das associações humanitárias de bombeiros enfrenta sérias dificuldades financeiras e algumas dezenas estão mesmo em situação de asfixia, com fornecedores à perna.

Em Vieira do Minho, o aperto económico obrigou a encostar duas viaturas de combate a incêndios por não haver dinheiro para a reparação e o equipamento de proteção individual tarda em ser renovado. A corporação de Silves acumula uma dívida a fornecedores de 80 mil euros, onde se inclui o pagamento do oxigénio que serve as ambulâncias. Nas duas instituições as receitas caíram drasticamente devido à diminuição da receita proveniente do transporte de doentes.

JN

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.