Bombeiros Sapadores de Setúbal contestam horários de trabalho, Câmara nega ilegalidades

0

bombeiros sapadores setúbalO Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais (SNBP) alertou hoje o PCP para alegadas irregularidades nos horários definidos pela Câmara de Setúbal para a Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal (CBSS), mas a autarquia nega qualquer ilegalidade.

“Decidimos alertar o PCP [de Setúbal], força maioritária na Câmara Municipal de Setúbal, para o descontentamento de cerca de 90% dos bombeiros, dado que o comandante da CBSS e os vereadores dos Recursos Humanos e da Proteção Civil não parecem disponíveis para encontrar uma solução”, disse à Lusa Filipe Santos, do SNBP.

“O que pretendemos é que a programação da escala seja feita anualmente”, acrescentou o sindicalista após a reunião efetuada hoje com responsáveis da Direção da Organização Regional de Setúbal do PCP.

Segundo Filipe Santos, desde o passado mês de agosto, a escala anual da CBSS tem sido frequentemente alterada, sendo que os bombeiros só tomam conhecimento dessas alterações poucos dias antes de serem implementadas, pelo que não conseguem programar a sua vida pessoal.

Filipe Santos referiu ainda que os bombeiros sapadores de Setúbal estão em greve ao trabalho extraordinário, desde 8 de agosto, e acusou o comandante, Paulo Lamego, de fazer “várias alterações” à escala de serviço, que, na prática, se traduzem num “boicote à greve”.

“Algumas vezes, como a rotatividade não é cumprida, nem sequer temos os períodos de descanso de acordo com o previsto na escala anual” acrescentou, adiantando que o sindicato já denunciou a situação junto da ACT, Autoridade para as Condições de Trabalho, mas ainda está a aguardar resposta.

Contactado pela Lusa, o comandante dos Bombeiros Sapadores de Setúbal escusou-se a fazer qualquer comentário, dizendo apenas que se trata de “uma questão laboral da responsabilidade da autarquia”.

Fonte da Câmara de Setúbal também se escusou a comentar as acusações do SNBP, mas assegurou a legalidade dos horários de trabalho em vigor na Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.

Fonte: Porto Canal

 




Sobre quem enviou a noticia

Mónica Costa

Mónica Costa

É natural de Tabuaço, licenciada em Comunicação e Relações Económicas e Mestre em Marketing e Comunicação. Foi jornalista na Rádio F até 2013 e apesar de nunca ter estado diretamente ligada ao mundo dos bombeiros, acompanhou sempre com um enorme respeito e admiração o seu trabalho. Na atualidade integra a equipa da Direção informativa do portal bombeiros.pt.