Bombeiros rejeitam culpa e apontam dedo à ANPC

0

fire_sbsResponsáveis assumem que pode ter havido erros no terreno, durante o combate aos incêndios no verão, mas rejeitam que responsabilidade seja apenas dos operacionais e criticam divulgação de relatório preliminar.

Os presidentes das federações de Viana do Castelo e de Viseu, distritos onde morreram cinco bombeiros, acusam a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) de também ter responsabilidade nos incidentes deste verão, em que morreram oito operacionais e um autarca.

A acusação surge em resposta à divulgação das conclusões do inquérito liderado pelo professor da Universidade de Coimbra Xavier Viegas. Segundo foi comunicado aos comandantes das corporações que perderam bombeiros, o relatório diz que houve culpa dos operacionais no terreno, nomeadamente quebra de normas de segurança, em sete dos oito casos mortais.

 

(Fonte: DN)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).