Bombeiros julgados por espancarem GNR

0
Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Quatro elementos dos Bombeiros Voluntários do Soito vão ser julgados por agressões a um militar da GNR, em 2012, num baile naquela freguesia do Sabugal, decidiu o Tribunal da Relação de Coimbra.

De acordo com o Ministério Público, os bombeiros foram acusados de, na madrugada de 26 de junho, durante a festa de São João, terem atacado o militar. O GNR afirmou que foi injuriado por um dos bombeiros.

Os outros agarraram a vítima e os quatro deram-lhe socos na cabeça e pontapés. Um deles pôs-lhe mesmo o joelho na cabeça e pressionou-o contra o chão. Os bombeiros e suas testemunhas alegaram, na fase de instrução, que o militar da GNR e seus amigos estavam alcoolizados e que haviam sido eles a iniciar a rixa. A dúvida fez o juiz de instrução acusar apenas um dos bombeiros.

O militar da GNR recorreu à Relação, que entendeu agora que a versão dos bombeiros e das suas testemunhas estava “assente na construção de uma ficção”. Os juízes desembargadores decidiram levar os quatro a julgamento.

CM

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.