Bombeiros elaboram carta reivindicativa à direção

0

oliveira do hospitalA direcção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital vai reunir na próxima quinta-feira com representantes da corporação dos bombeiros.

O presidente daquela instituição confirmou a existência do encontro, mas declinou avançar mais pormenores. Arménio Silva recusou-se mesmo a confirmar se em causa estará a carta reivindicativa recentemente enviada e subscrita por cerca de 90 por cento da corporação e enviada aos responsáveis máximos daquela associação e ao seu comandante operacional.

“A única coisa que posso dizer é que serei parte das soluções necessárias e nunca dos problemas”, explicou ao CBS Arménio Silva. Mas ao que o CBS apurou, porém, este encontro surge precisamente para tentar resolver as reivindicações dos elementos daquela corporação.

Cerca de 90 por cento dos elementos do corpo dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, recorde-se, manifestaram a sua insatisfação com as actuais condições no quartel e subscreveram uma carta que foi enviada a semana passada ao comandante Emídio Camacho e à direcção. A missiva reivindicativa, que começou a ser elaborada em Dezembro, partiu dos elementos voluntários, mas contou com a solidariedade dos cerca de 20 elementos efectivos que fazem parte do quadro permanente.

Ao que o CBS apurou, os bombeiros consideram que as infra-estruturas do quartel estão longe do que seria desejável. Referem que não há sala de estar para os elementos da corporação, que o refeitório e o bar estão muito degradados e que as camaratas, apesar de terem levado colchões novos há pouco tempo, também se encontram em mau estado. Ao CBS manifestaram ainda a preocupação com o estado de algumas viaturas, particularmente ambulâncias, bem como com o comportamento dos elementos da direcção, com excepção do presidente Arménio Silva.

correiodabeiraserra.com

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.