Bombeiros e operários evitam destruição de fábrica têxtil

0

incêndio urbanoQuase 50 homens impediram que um incêndio na fábrica têxtil Farfitex, em Ponte, Guimarães, destruísse todo o interior do edifício. O fogo deflagrou numa cardadeira, destinada a tratar a fibra que serve para o fabrico de fios.

À volta da máquina estavam muitos fardos de desperdícios têxteis que serviram de combustível e podiam ter sido fatais para o edifício. Valeu a rapidez dos Bombeiros das Taipas que receberam o alerta às 18.40 horas e, 20 minutos depois, o fogo já estava extinto.

Apesar da rapidez, os soldados da paz tiveram muito trabalho e ajuda dos funcionários da fábrica que, munidos de máscaras, não abandonaram o local. Enquanto os 27 bombeiros combatiam o fogo, os operários retiravam os fardos de desperdícios têxteis da zona incendiada.

Rafael Amâncio, comandante adjunto da corporação, explica que tiveram de “tirar três tubos da ventilação que tinham lume”, de forma a evitar que o fogo se alastrasse a outras zonas da fábrica. O responsável confirma que “não se registaram feridos”. Quando começou o fogo, a fábrica estava a laborar no turno que terminava às 22 horas.

Fonte: JN




Sobre quem enviou a noticia

Mónica Costa

Mónica Costa

É natural de Tabuaço, licenciada em Comunicação e Relações Económicas e Mestre em Marketing e Comunicação. Foi jornalista na Rádio F até 2013 e apesar de nunca ter estado diretamente ligada ao mundo dos bombeiros, acompanhou sempre com um enorme respeito e admiração o seu trabalho. Na atualidade integra a equipa da Direção informativa do portal bombeiros.pt.