Bombeiros denunciam manobras dos hospitais para adiar pagamentos

0

ligaA Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) denuncia a atitude tomada por algumas unidades de saúde para com associações com os bombeiros no sentido de protelar para 2017 o pagamento dos serviços efectuados ainda em 2016.

Um caso concreto, o do Centro Hospitalar de São João, que decidiu unilateralmente devolver todas as facturas pelos serviços prestados pelos bombeiros em Novembro e Dezembro de 2016, exigindo que esses mesmos serviços só sejam facturados em Janeiro de 2017.

Para a LBP, trata-se de uma tentativa de ingerência inqualificável na gestão contabilística e financeira das próprias associações de bombeiros e de uma manobra, com contornos graves, para protelar os pagamentos, com consequências imprevisíveis na sustentabilidade financeira de todas as associações.

É obrigação de todas as unidades de saúde pagar atempadamente às associações de bombeiros na sequência dos serviços que estes lhes prestam e é só isso que se exige.

A LBP continua a aguardar o cumprimento da promessa feita pelo Ministério da Saúde de que, até final do ano pelo menos, iria ser paga metade da dívida aos bombeiros, cujo total ultrapassa os 25 milhões de euros.

Esta medida, não só contraria o acordado entre a LBP e o Ministério, como também constitui uma ingerência de contornos gravíssimos na gestão das próprias associações de bombeiros.

Fonte: Liga dos Bombeiros Portugueses




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.