Bombeiros de Ferreira do Alentejo de Luto

0

Joaquim Camacho, 56 anos, presidente da Direção dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, morreu, terça-feira, dentro do carro junto à porta do Centro de Saúde.

ng3939750A vítima foi encontrada, cerca das 22.00 horas de terça-feira, por um vice-presidente da associação dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo (BVFA), que viu o carro e estranhou que Joaquim Camacho estivesse dentro do mesmo.

Segundo o comandante dos BVFA, António Gomes, na noite de segunda-feira realizou-se uma reunião conjunta entre a direção e o comando, que terminou já a altas horas. “O Joaquim Camacho sentiu-se indisposto, apresentando a tensão muito alta”, contou.

De manhã, Joaquim Camacho voltou a medir a tensão “e os valores continuavam muito altos, 20/11, situação pouco normal”, descreveu o comandante, que aconselhou o presidente e amigo e deslocar-se ao Centro de Saúde de Ferreira do Alentejo.

A última vez que os dois homens conversaram pouco passava das 11.00 horas e Joaquim Camacho disse que “tinha comprimidos debaixo da língua e iria ter alta”, segundo descreveu o comandante ao JN.

A partir daqui nunca mais António Gomes conseguiu falar com Joaquim Camacho. “Liguei dezenas de vezes e não atendeu o telemóvel. Achei estranho, mas nunca pensei numa situação destas. Deve ter sofrido um ataque cardíaco”, referiu, triste e revoltado.

O carro, com Joaquim Camacho ao volante, foi encontrado destravado, frente ao portão principal do Centro de Saúde, que se localiza na Rua Infante D. Henrique, e apesar das muitas pessoas que entraram e saíram da instituição durante o dia, ninguém estranhou.

O alerta foi dado às 22.00 horas e para o local foi deslocado a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Beja, cujo médico confirmou o óbito cerca 30 minutos depois, tendo também sido acionada a GNR de Ferreira do Alentejo.

Jorge Santos, delegado de Saúde e também diretor do Centro de Saúde, confirmou a morte de Joaquim Camacho e emitiu as guias para que o corpo seja trasladado para a morgue do Hospital de Beja, onde deverá ser autopsiado.

Por parte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, que responde pelo Centro de Saúde de Ferreira do Alentejo, ainda não houve qualquer esclarecimento sobre a situação, face ao desconhecimento oficial do óbito.

Mal foi conhecida a notícia, o Facebook começou a ser inundado com comentários de tristeza e dor pela perda de um grande filho de Ferreira do Alentejo. Aníbal Costa, presidente da Câmara, deixou um post de lamento: “tivemos agora a trágica e inesperada notícia”.

Além de presidente da Direção dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, Joaquim Camacho pertencia ao Conselho Nacional de Bombeiros, um órgão entre congressos da Liga de Bombeiros Portugueses.

Fonte – jn.pt




Sobre quem enviou a noticia

Ângelo Santos

Ângelo Santos

E natural do Porto e criado em Gondomar, assume-se como um “tripeiro de gema” pela forte influência e proximidade à cidade do Porto. Nasceu praticamente no seio dos bombeiros derivado à presença de familiares nas fileiras, onde de perto acompanhou a sua evolução e ganhou gosto pela causa. Integra na atualidade o corpo de bombeiros de Valbom no Concelho de Gondomar, onde exerce funções de bombeiro de 2º, com vínculo profissional de Operador de Comunicações. Fez ainda parte do projeto bombeirosdeportugal.com.