Bombeiros de Esposende e de Fão assinam protocolos no valor de 27 mil euros com a Câmara de Esposende

0

(Foto: Município de Esposende)

As corporações de Bombeiros de Esposende e de Fão vão assinar com o Município de Esposende protocolos de colaboração no valor global de 27 mil euros.

Em comunicado enviado à Redação do Portal Bombeiros.pt, o Município de Esposende adianta que o protocolo com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende tem como objectivo formar “em matéria de segurança” os trabalhadores municipais e os funcionários das Escolas Básicas e Jardins-de-Infância do concelho. Esta formação é uma imposição legal decorrente da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas. Para além deste formandos, o protocolo engloba também a realização de acções de formação junto das Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho.

Esta colaboração nasce do facto de os Bombeiros Voluntários de Esposende estarem dotados de bombeiros credenciados e acreditados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) – nas valências de Suporte Básico de Vida (Adulto), Suporte Básico de Vida (Pediátrico), Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (DAE) -, e pela Escola Nacional de Bombeiros (ENB) nas valências de Primeiros Socorros, Combate a Incêndios e Evacuação de Edifícios.

Adianta o mesmo comunicado que “Este protocolo é válido por um ano, período durante o qual a corporação ministrará a formação nas áreas referidas” assim como “realizará o acompanhamento da revisão e elaboração das Medidas de Auto Proteção de todos os edifícios municipais”. Também a realização de simulacros está contida neste protocolo que tem, da parte do Município, um apoio no total de 15 mil euros.

No que diz respeito à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fão, o Município de Esposende irá “estabelecer um protocolo de colaboração para a recolha e transporte de animais errantes, feridos e doentes, e adequado encaminhamento para o Canil Intermunicipal de Ponte de Lima.”

O protocolo com os Bombeiros de Fão tem a duração de cinco anos e consiste num apoio “anual até 5 mil euros”. Para além do montante anual, será entregue à corporação “verba necessária” para adaptar o veículo de transporte dos animais e para” a formação dos elementos da equipa que realizará estas funções, num valor global de cerca de 7 mil euros”.

Diz o Município que “Este projeto inclui-se no âmbito das políticas de promoção e dignificação dos animais”, indo ao encontro das diretivas do “Plano Municipal de Promoção do Bem-Estar dos Animais” daquele Município.




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).