Bombeiros contestam nas redes sociais o estado em que se encontram os bombeiros portugueses

0

Muitos têm sido os comentários de desagrado pelas atitudes levadas a cabo pelo Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, bem como de algumas atitudes do Presidente da Liga de Bombeiros (LBP), Jaime Marta Soares.

Nas redes sociais, os bombeiros e dirigentes vão expressando o seu sentimento de revolta relativamente à forma como os bombeiros portugueses têm sido tratados nos últimos tempos.

A federação dos Bombeiros do distrito de Lisboa chegou mesmo a aprovar na semana passada um voto de censura a Jaime Marta Soares, juntando a isso palavras duras, acusando o atual presidente de “incompetência”.

Como forma de protesto, a mesma federação que representa 53 corpos de bombeiros, pondera não estar presente do dia Nacional do Bombeiro, que este ano tem lugar dia 28 (Domingo) em Cascais.

Porem, os Comandantes do Distrito de Santarém reunidos esta semana, fizeram saber, em comunicado à comunicação social, que irão comparecer no “DIA NACIONAL DO BOMBEIRO” por respeito ao Senhor Presidente da República e ao Estandarte Nacional, que será entregue este domingo à  Liga dos Bombeiros Portugueses.

O portal bombeiros.pt sabe que toda esta indignação tem origem na forma como o Ministério da Administração Interna tem conduzido o processo da diretiva financeira, assente na DON que rege o dispositivo de combate a incêndios florestais deste ano.

Dalila Marcão bombeira de 3a classe, de um corpo de bombeiros que não conseguimos até ao momento identificar, é uma das pessoas que manifestou na rede social Facebook o seu desagrado perante a atitude do Comandante Jaime Marta Soares.

O portal bombeiros.pt destaca esta carta aberta, pela forma como se tem espalhado na rede e a maneira como tem conseguindo reunir apoios.

Transcrevemos na integra a missiva sem qualquer alteração ortográfica:

CARTA ABERTA A JAIME M. SOARES – PRESIDENTE DA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES (LBP)

Exmo. Senhor,

venho por este meio faze-lo ver a realidade, pois parece que V. Exa. teima em fingir que não vê.

Faço-o em modo de carta aberta para que os não bombeiros tenham também conhecimento, pois esses só se lembram de nós quando precisam.

A propósito da “festazinha” que quer montar em Cascais, o que é que o Senhor esperava? Honestamente, o que é que esperava?

Sabe, apos a época de incêndios, costuma organizar essas festas que passam na televisão e até angaria alguns milhares á custa dos portugueses iludidos que ligam para as linhas 760. Mas diga-lhes senhor Presidente, diga-lhes que o dinheiro fica na LBP e não chega aos bombeiros. Por favor, diga-lhes!

Deixe-se de demagogias senhor Presidente. Os bombeiros não querem festas dessas. O que os bombeiros querem é ser valorizados e, principalmente, equipados.

Os bombeiros querem que aquilo que foi dado aos “canarinhos”, aos GIPS da GNR e agora ao exército, também seja dado aos bombeiros.

Os bombeiros querem deixar de pedir “esmolas” para comprar uma viatura com 10 anos de idade.

Os bombeiros querem deixar de “mendigar” aos colegas espanhois e alemães que nos dêem as viaturas que já não usam.

Mas acima de tudo, e só porque o DECIF existe, os bombeiros querem receber em conformidade. Aquilo que é pago por 24h a arriscar a vida, é o mesmo que é pago na Alemanha por uma hora sem fazer nada. E você agora está a pensar que a Alemanha é um país mais rico que Portugal. Pois é, e mais evoluído…

Os bombeiros também querem ir ao estrangeiro fazer formação, os bombeiros também querem saber mais, fazer mais.

Diga-me Dr., o que se passa na Escola Nacional de Bombeiros para que, alguns cursos tenham de ser pagos pelo nosso próprio bolso, mais caros do que em empresas privadas? Não será da competência da LBP ajudar a dinamizar a ENB e fazer a formação chegar a mais homens? Não ha formadores? Conheço muitos formadores que nem uma única vez foram chamados, posso recomendar.

Dr. Jaime, os bombeiros estão a deixar de ser totós, é simples assim!

Dr. 3 MILHÕES de euros vieram de Timor-Leste e perderam-se em burocracia. Faça-me um favor, vá à procura deles!

Dr. Jaime, você é um homem de sorte, sabe? Em vez de boicotar a festa, os bombeiros deviam desligar os telefones e fechar os portões e desligar as viaturas, só por uma hora. Deviam exigir a sua demissão! Deviam exigir que a ANPC olhasse para baixo.

Existem quarteis governados por ditadores, incompetentes a cometer irregularidades e a violar estatutos diariamente. Intervenha senhor presidente, peça á ANPC que intervenha. Tal como a polícia faz com que o cidadão cumpra a Lei, a Autoridade Nacional de Proteção Civil tem de fazer os bombeiros cumprirem a lei que os rege.

Os corpos de bombeiros são quintais, sem rei nem ró, sem lei.

Não sei com quem o senhor está a ser conivente, nem quero saber, mas antes que alguém morra por os bombeiros estarem em greve, mexa-se, faça alguma coisa. É que sem bombeiros não ha Liga.

Por mim, e pelo socorro à população, peça demissão, tão depressa quanto possível. O seu tempo terminou Dr. Vá desfrutar da sua boa reforma e dê lugar a outro.

Cumprimentos

Dalila Marcão (bomb. 3a classe)




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.