Bombeiros do concelho de VFX admitem que não podem ser subsídio-dependentes

0

bombeiros[1]_hdrAs corporações de bombeiros do concelho de Vila Franca de Xira precisam urgentemente de encontrar novas formas de financiamento para que deixem de ser “subsídio-dependentes” dos dinheiros públicos.

 A ideia foi defendida por alguns nas comemorações do dia municipal do bombeiro, que se assinalou em Alhandra na manhã de domingo, 18 de Maio.

 José João Oliveira, presidente da direcção dos Bombeiros de Alhandra, foi o primeiro a reconhecer que as corporações “não podem nem devem” estar sempre de mão estendida.

 “Temos de repensar o futuro. As associações debatem-se todas com dificuldades e problemas mas agindo isoladamente nada conseguiremos. Temos de acabar com esta subsidiodependência em que vivemos e dotar as associações de meios próprios para suportar as despesas”, realçou José João Oliveira.

 António Marques, presidente da mesa de congressos da Liga dos Bombeiros Portugueses, considerou pertinente que as associações comecem a encontrar novas formas de financiamento, elogiando o papel da Câmara de Vila Franca pelo apoio que ainda vai dando aos bombeiros do concelho.

 “Os presidentes das corporações vivem com o coração nas mãos e isso não deve acontecer”, lamentou.

Fonte: O Mirante

About author

Mónica Costa

Mónica Costa

É natural de Tabuaço, licenciada em Comunicação e Relações Económicas e Mestre em Marketing e Comunicação. Foi jornalista na Rádio F até 2013 e apesar de nunca ter estado diretamente ligada ao mundo dos bombeiros, acompanhou sempre com um enorme respeito e admiração o seu trabalho. Na atualidade integra a equipa da Direção informativa do portal bombeiros.pt.