Bombeiros do concelho de Barcelos mais protegidos para os incêndios

0

barcelos epiOs três corpos de bombeiros do concelho de Barcelos receberam ontem os equipamentos de protecção individual (EPI) adquiridos no âmbito da candidatura apresentada pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado.

Mais de um ano depois da submissão da candidatura, os equipamentos começam a chegar às dez corporações de bombeiros dos seis concelhos da CIM Cávado, em pleno período crítico de incêndios florestais.

Ontem, a título simbólico, foi entregue um equipamento de protecção individual (EPI) completo a cada corpo de bombeiros do concelho.
Bombeiros Voluntários de Barcelos, Bombeiros Voluntários de Barcelinhos e Bombeiros Voluntários de Viatodos recebem equipamentos destinados ao combate de incêndios florestais.

O número de equipamentos foi calculado em função do registo nacional de bombeiros portugueses à data de Março de 2013, abrangendo a candidatura metade dos activos operacionais, explicou ontem o comandante operacional municipal de Barcelos, Licínio Santos.
O presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, reconheceu a importância de proteger os bombeiros, protecção que se reflecte “na segurança de todos nós”, sublinhando que “ainda por cima é trabalho voluntarioso em que os bombeiros arriscam a sua vida”.

O edil barcelense explicou que o município aderiu a este projecto pela oportunidade de dotar os corpos de bombeiros de equipamentos de segurança e pela poupança, já que a comparticipação municipal é de apenas 7,5 por cento.
Na globalidade, a candidatura da CIM Cávado previa um investimento elegível de 194 mil euros com uma comparticipação de fundos comunitários de 85 por cento.

Os EPI destinados aos bombeiros barcelenses custam 75 mil euros, comparticipados em 7,5 por cento pelo município de Barcelos.
Miguel Costa Gomes deu ainda conta do “esforço enorme para que os equipamentos fosse entregues hoje (ontem)”, já que houve atrasos no concurso e na definição do tipo de equipamento.

Mesmo assim, o edil manifestou o desejo de “que estes equipamentos nunca sejam necessários”.
“É um investimento que vai ajudar e deixar-nos mais tranquilos pois sabemos que estão devidamente protegidos” afirmou o presidente dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos, José Costa, que espera que haja mais iniciativas destas no futuro.
O comandante dos Bombeiros Voluntários de Barcelos, José Quintas, agradeceu o esforço do município “para nos equipar e para nos proteger melhor”, sendo corroborado pelo representante dos Bombeiros Voluntários de Viatodos.

(Fonte: Correio da Minho)

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).